Evento(#17)- HOMENAGEM AO ERNESTO CABITA, ou SIMPLESMENTE PASTOR CABITA

Bom dia de manhã, meus queridos irmãos e amigos da IEIA. Manhã de Quinta-Feira, 24/06/2021; depois do COTA CAPEIO no Bié, hoje decidimos ir até a terra da Palanca Negra Gigante.

A Palanca Negra Gigante, também conhecida por Palanca Real de Angola ou “palapala”, como é chamada pelos habitantes de certas regiões onde ela habita, é um dos antílopes mais raros do mundo. É um dos mais importantes símbolos de Angola, aparecendo na moeda nacional, nos passaportes, como símbolo da Companhia Aérea Nacional e como uma figura estampada no uniforme da Selecção Nacional de Futebol, com o mesmo nome.

É um antílope grande e musculado, que só se encontra em Angola, e um dos últimos grandes mamíferos descritos em África. O termo gigante deriva dos seus enormes cornos curvos, que podem crescer até 165 cm de comprimento, tamanho pouco comum e único para um antílope. Portanto, em Angola, nós a encontramos exatamente no Parque Nacional de Cangandala ou Kangandala.

De Cangandala em direcção à Luquembo, cerca de 222 km de distância, ligados pela EN160, nasceu um servo do Senhor, a 5 de Abril de 1960 que foi baptizado, pelos seus pais, com o nome de Ernesto Cabita. Ernesto Cabita, ou simplesmente Pastor Cabita, foi o 4º Secretário Geral da Igreja Evangélica dos Irmãos em Angola-IEIA, tendo sido precedido por Segunda Canguia; o seu consulado notabilizou-se no processo de registo da Igreja, após o seu reconhecimento pelo Governo, mediante publicação em Diário da República, I série, Nº 14, de 10 de Abril de 1992.

Durante o seu mandato como SG da IEIA, a sua visão para a nova geração consistiu na reforma do trabalho administrativo das igrejas locais. De 26 a 31 de Julho de 1987, o Pastor Cabita participou na 1ª Conferência Nacional da IEIA, realizada na Igreja Local de Caop Viana, em Luanda. Neste evento, foi criada a Comissão Executiva Nacional em que os irmãos Amadeu Máquina Caliata, Alexandre Saúl, António Mwachicungo e Abel Chinguita foram eleitos.

O Pr. Cabita faz parte dos primeiros líderes religiosos a ser convidado para a cerimónia de cumprimento de fim de ano, organizada pelo Presidente da República no Palácio Presidencial. Pastor Baptista Ernesto Cabita, a JUCIEIA agradece pelo seu incansável contributo à Igreja dos Irmãos em Angola, pela sua dedicação, até hoje, na tradução da Bíblia na lígula Songo, pelas palestras e estudos bíblicos e muito mais. Obrigado.

Deus obrigado pela vida do seu servo Baptista Ernesto Cabita, “Pastor Cabita”.

Por Saunota Frederico
(Coord. Nacional/JUCIEIA)
In SINGELA HOMENAGEM….